terça-feira, 16 de maio de 2017

"Dia que Virá" de Virginia Tamanini


DÍA QUE VIRÁ

Meu fílho:

Quando um dia procurares
e não me vires mais;
quando a certeza de minha morte
entrar em tua alma
e fizer teu coração doer
— dá-me teu pranto
que através dele estarei contigo.
Nas lágrimas que chorares
chorarei;
porque a minha dor,
a dor de minha voz não ser ouvida,
a dor de não poder te consolar
será tão grande,
tão esmagadora,
tão penetrante e forte,
que ao sentir-me afastada
do caminho de tua vida,
hei de morrer de novo
após a morte!