sexta-feira, 23 de setembro de 2016

"As Três Palavras Mais Estranhas" de Wislawa Szymborska

Quando eu pronuncio a palavra Futuro
a primeira sílaba já pertence ao passado.
Quando eu pronuncio a palavra Silêncio,
Eu o destruo.
Quando eu pronuncio a palavra Nada,
Eu faço algo que nenhum não-ser pode reter.